07- Mostra

INSCRIÇÕES PARA A MOSTRA
Estão abertas as inscrições para a 1ª Mostra de Humor de Jaraguá do Sul.
Os trabalhos deverão ser enviados até a data do encerramento das inscrições, 21 de Abril de 2010, para o email humorjaraguadosul@gmail.com
O participante deve enviar no campo “Assunto”:
– Categoria em que a obra concorre;
– Título da Obra.Os dados abaixo devem ser enviados como texto no corpo do e-mail.
Título da obra:
Nome:
Pseudônimo (se houver):
Endereço:
Fones (com prefixo da cidade):
E-mail:
RG:
CPF:

Maiores informações, visite o regulamento no site
humorjaraguadosul.wordpress.com
ABERTURA DA MOSTRA
Dia: 28 de abril
Hora: 20h
Local: Museu Emílio da Silva, Av. Mal. Deodoro da Fonseca, 247, Praça Ângelo Piazera, no centro da cidade de Jaraguá do Sul
Fone: (47) 3371-8346    3372-2770
http://museu.jaraguadosul.com.br/

Horário de Funcionamento:
3ª a 6ª – 8 h 11:30/ 13:30 – 16:30
Sábados- 9h – 12h
Domingos – 15h- 18h

Museu Emílio da Silva

1º Encontro de Pintura - 2007


REGISTRO FOTOGRÁFICO E ENTREVISTA POR
TATIANA STOCK

Para acessar as fotos clique aqui.

Matéria:
Cultura. Primeira Mostra de Humor de Jaraguá do Sul
coloca o estado na rota do cenário de humor nacional

A arte do riso inteligente

Tatiana Stock
Jaraguá do Sul

A Copa do Mundo foi o tema da Primeira Mostra de Humor de Santa Catarina, que ocorreu na última quarta-feira (28), em Jaraguá do Sul. O encontro reuniu renomados cartunistas do humor gráfico nacional e novos talentos de todo o estado no museu Emílio da Silva.
Eduardo Baptistão, Custódio, Gilmar Barbosa, Paulo kielwagen e Cristina Pretti, artista plástica e idealizadora da mostra, foram os jurados da mostra que selecionou os três melhores trabalhos das categorias: caricatura, história em quadrinhos, charge e cartum.
Cerca de 70 pessoas estiveram presentes no evento que deu abertura ao cenário de humor no estado.
Ao todo foram 33 trabalhos selecionados para a mostra dos 62 inscritos, reunindo artistas de nove cidades: Jaraguá do Sul, Joinville, Blumenau, Navegantes, Florianópolis, Garopaba, Massaranduba, Guaramirim e Brusque.
O cartunista mais premiado da noite foi Fabrício Rodrigues Garcia, mais conhecido como Manohead. Fabrício teve seus trabalhos selecionados em todas as categorias do concurso, sendo que levou o primeiro lugar em caricatura, com a figura do jogador inglês Wayne Roony, segunda posição em charge e menção honrosa em HQ.
Em todas as vezes em que o artista garopabense foi a frente receber seus prêmios, levou a bandeira de seu estado. “É uma honra para mim representar Santa Catarina”, revela Manohead, que participa há três anos de concursos e já recebeu mais de 15 troféus.
“Me incomodava o estado não ter um salão de humor. Eu vi Jaraguá do Sul com um perfil para o evento, estou contente que tenha dado certo”, alegra-se o cartunista Custódio.
“O riso é a válvula de escape do ser humano. Esse evento prova de que com pouco podemos fazer muita coisa”, conta Cristina, informando que o investimento total girou em torno de R$ 15 mil. O projeto teve patrocínio do Fundo municipal de cultura, apoio da Fundação Cultural, prefeitura municipal e do museu.

Premiados

CARICATURA
1º Lugar: Manohead – Garopaba
2º Lugar: Luís Gustavo Barbosa – Navegantes
Menção Honrosa: Ricardo Rafael Lewerenz – Jaraguá do Sul
Menção Honrosa: César Augusto Nogueira – Florianópolis
Menção Honrosa: Costa de Souza – Blumenau

CARTUM
1º Lugar: Luiz F.F.F – Joinville
2º Lugar: Maurizio Di Reda – Florianópolis
Menção Honrosa: Paulo Sergio – Joinville

CHARGE
1º Lugar: Rodrigo Tramonte – Florianópolis
2º Lugar: Manohead – Garopaba
Menção Honrosa: Chocolartes – Jaraguá do Sul
Menção Honrosa: Fernando César Bastos – Guaramirim

HQ
1º Lugar: Aldo Maes dos Anjos – Brusque
2º Lugar: Fernando César Bastos – Guaramirim
Menção Honrosa: Manohead – Garopaba
Menção Honrosa: Fé – Jaraguá do Sul

Informações

Além da mostra que segue durante todo o mês de maio no museu Emílio da Silva, os trabalhos serão divulgados em um fanzine e podem ser observados pelo blog do evento no endereço: https://humorjaraguadosul.wordpress.com/

Entrevista:

Panorama. Tops do cartum brasileiro abordam a globalização e revelam a realidade brasileira

Como anda o humor nacional?

Tatiana Stock
Jaraguá do Sul

Estavam presentes na Primeira Mostra de Humor de Jaraguá do Sul na última quarta-feira (28), no museu Emílio da Silva, os cartunistas Gilmar e Custódio. Ambos já receberam o prêmio HQ Mix, o Oscar dos quadrinhos brasileiros, e em entrevista exclusiva contam um pouco sobre o panorama da arte gráfica tupiniquim.
Segundo Gilmar, são poucos os artista gráficos que conseguem sobreviver da arte no país. “Tem que ser polivalente”, revela Gilmar que está no ramo há mais de 20 anos e crê: “o cenário tem aumentado com a internet, mas é fundamental meter a mão na tinta”.
Entre tantos salões de humor que já participou, Gilmar divide o Brasil em dois estilos. “No Sudeste, os salões ocorrem em locais fechados e as pessoas riem por dentro, já no Nordeste, geralmente é o oposto, acontecem em praças e locais públicos, lá o público ri para fora, com gargalhadas”, classifica.
Ele que já ultrapassou décadas ditadas por diferentes conceitos  confessa que hoje, mesmo com a globalização ainda existe censura. ‘Se você é empregado, tem que passar por crivo comercial e obedecer o que for determinado,  e acaba sofrendo  com isso. Por isso os salões, as exposições, mostras, palestras e workshops são tão importantes, pois é a chance do artista se soltar”.
Custódio concorda.
“A globalização tem dois extremos:traz a tecnologia que é mais rápida que os meios tradicionais, mas em contrapartida  os jovens leem menos revistas e diminui o espaço no mercado, mas em contrapartida, facilita uma plataforma de comunicação mais direta e favorece novos talentos. Como exemplo temos esse salão, que não seria possível sem a internet”, justifica.
Gilmar finaliza: “eventos como esse geram o contato com outros profissionais além de trazer ao artista um feedback e uma interação maior com o público”.
O paulista Custódio tem família em Santa Catarina e em 50 dias está prestes a lançar uma biografia da história de Anita Garibaldi em cartum. “Desde garoto sempre tive vontade de escrever uma história em quadrinhos. Há três anos e meio decidi que estava na hora de começar. Encontrei em Laguna o acervo de um senhor que passou a vida pesquisando Anita. A partir daí, em outubro de 2008 ganhei o prêmio com o projeto do livro e desde então estou trabalhando exclusivamente em função do livro“, conta.
A personagem já foi homenageada em inúmeros livros, monumentos, teve seu nome em avenidas de diversos países da Europa, recebeu óperas e vários produtos culturais, mas esse será o primeiro livro de história em quadrinhos contando sobre a vida de Anita Garibaldi.
“O quadrinho é mais profundo e exige uma pesquisa maior e tempo”, explica Custódio, contando que existem cenas em barcos e urbanas, passando por todo o movimento Farroupilha. “É um livro histórico, leve e bem humorado e com fundamentação”, justifica.

Saiba mais

O trabalho dos artistas pode ser conferido nos endereços: www.gilmaronline.zip.net / www.custodio.net

Tatiana Stock
Jornalista
DRT – PR 7795
(48) 8468-0874
“Uma grande ação vale mais que uma tonelada de teoria.”
(Friedrich Engels)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: